O preenchimento do campo "Valor segurado" deve indicar o valor do produto que está sendo enviado.

Ao preenchê-lo você está contratando o seguro da carga para caso ocorra um sinistro (avaria, furto, roubo ou extravio).

❓ Sou obrigado a preencher o valor segurado?

Não.

Você pode optar entre preenchê-lo ou deixá-lo em branco.

Contudo, o valor segurado é usado como referência de indenização em caso de ocorrência de sinistro.

Se ele não tiver sido preenchido os Correios compreendem que o valor de referência para a indenização será R$ 00,00 e o valor automático de indenização será acionado.

❓ Se eu optar por preencher o valor segurado ele pode ser diferente do valor declarado em nota fiscal ou declaração de conteúdo?

Não.

O valor segurado deve ser o mesmo que for declarado na nota fiscal ou na declaração de conteúdo - e deve ser correspondente ao valor do produto enviado.

❓ Então se eu não preencher o valor segurado e a minha carga sofrer sinistro os Correios não irão indenizar a ocorrência?

Os Correios indenizam mesmo que o campo "Valor segurado" não tenha sido preenchido.

Nestes casos há o seguro automático dos Correios. Os valores da indenização variam de acordo com a modalidade de envio:

  • Na modalidade PAC e Sedex ele será de R$20,50
  • Na modalidade Mini Envios ele será de R$ 10,25

❓ Há valor máximo a ser contratado pelo valor segurado?

Sim.

O valor máximo a ser contratado por meio do valor segurado irá mudar de acordo com a modalidade de envio:

  • Modalidade PAC - R$3.000,00
  • Modalidade Sedex - R$10.000,00
  • Modalidade Mini Envios - R$100,00

Isso significa que caso ocorra um sinistro com a sua carga os valores máximos de indenização para cada modalidade de envio serão os citados acima.


Encontrou sua resposta?